Artigo: Quatro Consequências Gravíssimas de não ter uma equipe de TI focada no core business

  • Compartilhar

 

Por Marcos Andrade Pimentel*

Você já parou para pensar em quanto tempo sua equipe de tecnologia dedica para comprar e manter computadores e servidores, gerenciar projetos e equipes, monitorar links e serviços de comunicação e atualizar sistemas de produtividade? Certamente estas são atividades que demandam a dedicação de um tempo enorme e precioso do seu time de tecnologia, para manter o usuário final satisfeito com o nível de serviços prestados.

Agora, você já pensou nas consequências que direcionar boa parte dos esforços de seus especialistas de TI para as atividades mais operacionais e não no core business traz para a sua empresa? São impactos gravíssimos e que influenciam nos projetos de crescimento e expansão dos negócios.

Veja a seguir 4 consequências gravíssimas de você não ter uma equipe de TI focada no core business da empresa:

#1 Os projetos estratégicos para a competitividade do negócio da empresa ficam comprometidos, pois o seu time de TI não consegue dar a devida atenção. De um lado está o usuário final, que tem a expectativa de encontrar todos os dias o serviço de email operante, a internet conectada e a sua estação de trabalho funcionando. Do outro você se depara com as demandas da diretoria para que projetos estratégicos para tornar o core business da empresa mais competitivos sejam implementados. Dar a mesma prioridade e foco para os dois lados sem onerar custos e aumentar equipe é complicado não é mesmo? Um dos dois lados ficará prejudicado.

#2 Os procedimentos e fluxos de segurança não acompanham as boas práticas de mercado. Para contar com procedimentos de segurança e entrega de serviços executados com a garantia de qualidade no nível operacional seguindo os padrões ITIL (IT Infrastructure Library), é necessário investir em contratação e capacitação de um time dedicado a este temaContar com boas práticas neste processo é garantia de eficiência, certo?

#3 Dificuldades para manter pessoal especialista. Este é um impacto crucial para o seu negócio quando você não tem o time de especialistas focado nos projetos estratégicos da empresa. Com tanta variedade de recurso tecnológico, ser um profissional especialista em todas as áreas é uma missão difícil e cara. São profissionais raros no mercado, que buscam projetos dinâmicos e inovadores. Mantê-lo na sua empresa é um desafio diário, que envolve muito além do custo em capacitação constante e salário: envolve principalmente fazê-lo perceber possibilidade de crescimento por meio de projetos inovadores. Se o time não está focado no core business, como gerir e manter este pessoal?

#4 Não há um monitoramento pró-ativo dos serviços de infraestrutura. Com a equipe focada em atender o usuário final e apagar incêndios, o monitoramento de links de internet, capacidade utilizada de processamento dos servidores e comunicação externa com parceiros e outras unidades não é feito. Acontece que somente quando problemas mais graves acontecem – como quedas não programadas dos sistemas de gestão e atendimento – é dada a devida atenção aos itens citados.

Para evitar que estes impactos influenciem de forma significante nos negócios, o ideal é você organizar as atividades e atribuições da área de tecnologia, de forma a liberar mais tempo da equipe para focar nos projetos estratégicos da companhia. Liberar o tempo dos seu time para buscar e implementar soluções inovadoras farão da área de TI peça chave na expansão e competitividade da empresa.

*Marcos Andrade é CMO – Diretor de Marketing da CorpFlex

Comentários

  • Compartilhar

Posts Relacionados

Quem já está na nuvem certa