Artigo: Virtualização de servidores e cloud computing significam a mesma coisa?

  • Compartilhar

Wanderlei Grizolli Junio *

Há quem pense que virtualização de servidores e cloud computing signifiquem a mesma coisa, seja porque estão ligadas a termos técnicos ou porque simplesmente não as conhecem.

Virtualização de servidores e cloud computing são dois conceitos diferentes mas que andam lado a lado. O primeiro significa que um equipamento físico tem vários servidores virtuais com diferentes capacidades de memória, processamento e espaço em disco. Hoje em dia, a virtualização caiu no “gosto popular” e é muito fácil virtualizar um dispositivo, ou mais comumente falando, um servidor.

No passado existiam vários servidores e cada um tinha sua responsabilidade ou papel. Havia também muitos custos envolvidos para mantê-los em pleno funcionamento como energia elétrica, licenciamento e suporte, sem contar que se você quisesse entregar um servidor com serviço de e-mail ativo e configurado corretamente, a equipe de TI gastaria várias horas de trabalho.

Hoje com a virtualização podemos fazer isso rapidamente, ou seja, se o cliente solicitar, por exemplo, um servidor de e-mail, conseguiremos entregá-lo pronto e configurado em poucos minutos. Só precisaremos apenas de um ou alguns servidores físicos chamados de “host” ou “hospedeiros” com alta capacidade de memória e processamento que são capazes de hospedar diversas máquinas virtuais, com diferentes sistemas operacionais, velocidades de processador e de memória. Assim, a empresa economizará muito dinheiro, pois se reduz o número de máquinas físicas e consequentemente o consumo de energia elétrica e ar condicionado.

Já o conceito de cloud computing ou computação em nuvem é diferente, pois se baseia no acesso de dados e da infraestrutura de TI sob demanda. Existem vários fornecedores que oferecem “espaços em infraestrutura” para você hospedar seus arquivos que ficarão hospedados em algum ponto no globo, onde existem servidores que podem ser virtuais ou físicos (geralmente são virtuais) e exercem algum tipo de papel para poder manter o serviço de hospedagem de espaço no “ar”.

O serviço de cloud computing pode ser contratado para os mais variados tipos de necessidades como virtual desktop , hospedagem de e-mail, vídeos, ERP, CRM ou e-commerce. A cloud geralmente é utilizada por quem não deseja ou não quer manter a estrutura de servidores em sua empresa e não quer se preocupar toda vez que precisar fazer uma troca de disco ou manutenção, por exemplo, de madrugada.

Existem diversas soluções no mercado que mesclam cloud e virtualização e que garantem ao cliente um ambiente seguro, estável e escalável com redução de custos em infraestrutura e economia de tempo e tarefas para a equipe de TI.

Wanderlei Grizolli é analista de Data Center da CorpFlex

Comentários

  • Compartilhar

Posts Relacionados

Quem já está na nuvem certa