Cloud Computing é prioridade para governo australiano

  • Compartilhar

Fonte: Convergência Digital Outubro de 2014

O governo australiano segue os passos dos americanos e inlgeses e determinou aos departamentos públicos a usarem serviços de cloud computing para melhorar a eficiência e reduzir custos.

O governo australiano sustentou a sua disposição de usar cloud para reduzir o custo anual de US$ 6 bilhões com serviços de TI.

“Queremos uma maior adoção de serviços em nuvem e cortar a burocracia gerada pelo processo desenvolvido no governo anterior”, informaram os executivos. Na gestão anterior, o uso de cloud não foi massificado sob a justificativa de temor diante da soberania dos dados, uma vez que boa parte dos data centers são instalados fora da Austrália.

Mas o novo governo minimizou a questão de as informações ficarem hospedadas em data centers não localizados na Austrália. “Removemos essa burocracia desnecessária para promover a produtividade e a eficiência”, afirmaram os ministros no comunicado ao mercado. Por fim, os executivos reforçaram que a disponibilidade dos serviços em nuvem é a oportunidade de o governo prestar serviços melhores, mais baratos e eficientes para a comunidade.

A tarefa não parece ser tão simples. Recente pesquisa da Accenture mostra que, três anos depois, os órgãos públicos dos Estados Unidos ainda têm problemas para usar cloud computing. Tanto que apenas 30% dos gestores de TI estão, nesse momento, implantando, efetivamente, soluções em nuvem. E somente 4% já estão adequados à ordem de priorizar serviços na nuvem.

Comentários

  • Compartilhar

Posts Relacionados

Quem já está na nuvem certa