Cloud Computing: tráfego de dados na nuvem vai quadruplicar em quatro anos

  • Compartilhar

Dados na nuvem 2

O quinto anual Cisco Global Cloud Index (2014-2019), divulgado hoje, prevê que o tráfego global de nuvem vai mais que quadruplicar até o final de 2019, passando de 2,1 para 8,6 zettabytes (ZB). Esse volume supera o crescimento do total do tráfego de data centers global, que tem previsão de triplicar durante o mesmo período de tempo (3,4 para 10,4 ZB). Vários fatores estão impulsionando a expansão do tráfego em nuvem e a transição para serviços em cloud, como as demandas pessoais que são provenientes de um número crescente de dispositivos móveis; a rápida expansão da popularidade dos serviços de nuvem pública e o aumento do grau de virtualização em nuvens privadas. O crescimento das conexões máquina-a-máquina (M2M) também tem o potencial de atrair mais tráfego nessa modalidade.

“O Cisco Global Cloud Index destaca o fato de que a nuvem está se movendo muito além de uma tendência regional para se tornar uma solução dominante a nível mundial, com o tráfego crescendo mais de 30 % em todas as regiões ao longo dos próximos cinco anos”, disse Doug Webster, vice- presidente de marketing.

Além do rápido crescimento do tráfego em nuvem, a Cisco prevê que o Internet of Everything (IoE) – a conexão de pessoas, processos, dados e coisas – terá um impacto significativo nos data centers e crescimento do tráfego em nuvem. Uma ampla gama de aplicações IoE está gerando grandes volumes de dados, podendo atingir 507,5 ZB por ano (42,3 ZB por mês) até 2019. Isso é 49 vezes maior do que o tráfego de data centers projetada para 2019 (10,4 ZB). Hoje, apenas uma pequena parte deste conteúdo é armazenado em data centers, mas isso pode mudar à medida que a demanda de aplicações e utilizações de grandes análises de dados evolui.

Fonte: http://www.momentoeditorial.com.br/inovacao/2015/10/trafego-de-dados-na-nuvem-vai-quadruplicar-em-quatro-anos/

Comentários

  • Compartilhar

Posts Relacionados

Quem já está na nuvem certa