Cloud computing viabiliza investimento na crise

  • Compartilhar

 

O uso do cloud computing no Brasil é irreversível e ganha espaço dia a dia, devido aos benefícios que proporciona e que são extremamente úteis em uma fase de turbulência econômica como a atual: redução dos custos com gestão e manutenção da plataforma – que são de responsabilidade do fornecedor do serviço – e do investimento em bens de capital fixo (Capex), entre outros. Em consequência, também diminuem os gastos gerais com TI e é aliviada a carga da área de TI com a administração de aplicações, infraestrutura e usuários de desktop, liberando tempo e recursos para soluções criativas e inovadoras.

A opção pelo uso de aplicações em nuvem faz com que a empresa volte toda a sua atenção ao próprio negócio, favorecendo o direcionamento de investimentos às estratégias de crescimento e geração de novos negócios. Garante também total disponibilidade das aplicações, pois, a tecnologia de nuvem garante que, no caso de um servidor físico falhar, o servidor virtual não será afetado, pois conta com a disponibilidade de uma plataforma de alto desempenho sob responsabilidade do fornecedor do serviço.

Maiores agilidade e mobilidade também são obtidas com a virtualização de servidores e o uso de soluções em nuvem, que geram novas e permitem às organizações acelerar suas operações e ganhar competitividade, favorecendo a aproximação de todos os funcionários e clientes que precisam compartilhar documentos e informações e executar tarefas colaborativas em um ambiente seguro e eficiente na web.

Além disso, a segurança, a confiabilidade e a confidencialidade dos documentos e processos são garantidas, uma vez que os serviços de computação em nuvem rodam em plataformas eficientes de alta disponibilidade e são gerenciados por especialistas certificados. O acesso aos documentos e informações também pode ser hierarquizado e incorporar ferramentas que dificultem om acesso de pessoas não autorizadas, como biometria, por exemplo.

Cloud computing, apesar de ainda estar em desenvolvimento e ter muito terreno a conquistar, é uma realidade sustentada e difundida por empresas que atuam como agente difusor do conceito, de seus benefícios e aplicabilidade, a exemplo do SML Brasil.

O desafio, agora, é tornar simples a decisão dos potenciais clientes em adotar soluções no modelo cloud computing. É necessário, ainda, elevar o grau de maturidade da área de TI e os sistemas de missão crítica envolvidos nesta decisão, tais como o estratégico, analisando a competência da empresa na gestão da sua área de TI e a capacidade dela em investimento para que tudo funcione como manda o script, e comparada com as vantagens na adoção da mesma solução no modelo cloud computing.

Nessa análise devem ser levados em conta os diversos tipos de nuvem (Privada dentro do ambiente do Cliente, Privada como serviço, Pública e Híbrida) e as vantagens de cada modalidade.

No caso específico da SML Brasil, é utilizada a nuvem privada de um parceiro (Corpflex), que oferece o modelo cloud computing como serviço, e a SML Brasil faz uma oferta combinada de infraestrutura, solução de software e serviços (como suporte e operação assistida). Com isso, às vantagens para os clientes, a empresa evoluiu de um mero fornecedor de produto para ser um fornecedor de solução.

Fonte: sml

Comentários

  • Compartilhar

Posts Relacionados

Quem já está na nuvem certa