Como enxugar até 50% dos custos de TI e garantir desempenho excelente?

  • Compartilhar

 

* Por Marcos Andrade

Investir relativamente pouco para obter algum produto ou serviço, para você, quase sempre significa que a aquisição não trará a eficiência e qualidade esperadas? Então, chegou a hora de mudar esse conceito, pois hoje em dia já é possível gastar menos para viabilizar seus processos corporativos e obter excelente performance, principalmente quando se fala em outsourcing de infraestrutura de TI. Este post vai explicar para você, gerente de TI, por que isso é possível e extremamente vantajoso.

Já ouviu falar nas siglas Capex (Capital Expenditure) e Opex (Operating Expenditure)? Capex é o investimento em bens físicos, ou seja, os recursos que a empresa gasta para comprar toda a infraestrutura necessária para realizar suas atividades. Já Opex representa o capital utilizado para manter ou melhorar esses bens.

Muito se fala na importância de as empresas trocarem o modelo de compra de Capex para o Opex justamente porque é a forma de não precisarem mais investir em tecnologias que não sejam relacionadas às suas atividades-fim, já que poderão contratar um serviço para se beneficiarem delas e ainda com custo inferior. Isso representa economia e mais recursos disponíveis para investimento no core business das companhias.

Na área de TI é possível fazer essa troca a partir da utilização de serviços de cloud computing , os quais permitem a contratação de uma infraestrutura de TI no tamanho da sua necessidade sem precisar investir em bens físicos. É o chamado “Capex nulo”, ou seja, zero de investimento em tecnologia!

O gráfico abaixo mostra um comparativo dos custos de TI entre empresas que utilizam soluções de cloud corporativa e as que atuam no modelo tradicional dentro de um período de quatro anos. Perceba que, no quarto ano, as empresas que utilizam soluções em cloud registraram 50% menos custos de TI em relação às demais:

comparativo

Mark Hurd, CEO da Oracle, estima que as empresas, guardadas suas proporções, seriam capazes de economizar até US$ 300 bilhões por ano ao migrarem suas infraestruturas para a nuvem sem comprometer o desempenho dos serviços de TI, na verdade, até aperfeiçoando-os.

Fazendo mais com menos

Veja o caso da empresa de moagem de trigo Belarina Alimentos. Ao expandir a operação no país e dobrar sua capacidade de produção após receber um aporte financeiro multinacional, a companhia decidiu repassar o gerenciamento e monitoramento de infraestrutura de TI para um parceiro de outsourcing altamente qualificado para garantir a qualidade de todos os processos internos e estruturá-los de forma organizada para bater suas metas de competitividade.

Com a contratação do parceiro de outsourcing de infraestrutura de TI a empresa prevê uma economia de cerca de R$ 500 mil por ano, o equivalente a R$ 48 mil ao mês, com os custos de TI. “Além da economia que geramos a partir da terceirização do gerenciamento de infraestrutura de TI, pois não precisamos mais nos preocupar com hardware, licenças, mão de obra, treinamento, consultoria, entre outras questões, aumentamos nosso nível de serviço, garantindo um suporte diferenciado. Literalmente estamos fazendo ‘mais com menos’ , comemora o gestor.

Reduzir custos de TI também é importante para tirar da área de TI a “fama” de que gera muitos gastos à empresa. Fazer isso de forma a gerar diferenciais importantes para a companhia, a partir do momento em que aumenta o nível de desempenho dos serviços de TI e seu time passa a ter tempo e energia  para trabalhar em projetos mais estratégicos e rentáveis, vai fazer as outras áreas (inclusive a diretoria  olharem para sua gestão como uma atuação inovadora e imprescindível para o crescimento da empresa. Por isso, entre em contato com um parceiro de outsourcing de TI qualificado agora mesmo!

Você ainda tem dúvidas de que a computação em nuvem pode reduzir seus custos? Clique aqui e Fale com a gente!

Comentários

  • Compartilhar

Posts Relacionados

Quem já está na nuvem certa