Mobilidade e cloud computing são revoluções econômicas

  • Compartilhar

Fonte: Information Week Maio de 2013

“Mobilidade e cloud computing são revoluções econômicas e não tecnológicas. As empresas não adotam mobilidade apenas para dar ao funcionário o tablete apenas, mas sim para aumentar a produtividade do trabalho, para viabilizar novos horizontes organizacionais, capacidades trazidas pela flexibilidade da nuvem. O casamento entre essas duas vertentes é altamente benéfico para qualquer empresa”, afirma Ricardo Fernandes, presidente da CA Technologies Brasil, durante o CA World, em Las Vegas.

Com mobilidade, o perímetro do trabalho foi dissolvido, diz ele, que vê com grande expectativa a evolução das ferramentas e sistemas de segurança de dados para lidar com ambientes cada vez mais “expandidos e flexíveis”. “Acredito, até, que não se trata da segurança dos dados apenas, mas principalmente do gerenciamento da identidade dos equipamentos e dos usuários”, avalia.

Também levando em consideração a segurança, a análise de comportamento de acesso se torna ainda mais crítica. “O usuário sempre acessa de São Paulo, agora está em Brasília. É um desvio de comportamento que deve ser levado em consideração e, se necessário, cortado. Para o banco, um cliente sempre autentica transações de R$ 10 mil e agora autorizou uma de R$ 50 mil, isso deve ser estudado. Por meio de dispositivos móveis e capacidades da nuvem, a velocidade para lidar com essas discrepâncias e entender se são reais é muito rápida e assertivas”, acredita Fernandes.

Nesta toada, pensando na ornamentação entre as duas tendências tecnológicas, há uma maior relação e cooperação entre os departamentos da empresa, pois há um envolvimento desde a integração do colaborador com a companhia, com a liberação do acesso aos dados corporativos, administrando toda a “vida profissional”, até o desligamento de um empregado, diz.

Comentários

  • Compartilhar

Posts Relacionados

Quem já está na nuvem certa