Passo a passo para criar a cultura inovadora na sua empresa

  • Compartilhar

 

*Por Marcos Andrade

Um importante desafio enfrentado pelas empresas é que grande parte de suas informações críticas e estratégicas estão centralizadas em seus principais executivos sem uma documentação oficial, e quando eles deixam a empresa esse conhecimento é perdido, gerando um gap de informação relevante. De acordo com artigo publicado pelo portal CIO, “o modelo de tratamento do conhecimento dentro das companhias precisa mudar, com o intuito de que os colaboradores tenham acesso às informações realmente importantes a suas rotinas. Só assim poderão unir esses dados a suas bagagens culturais e, então, desenvolver ações realmente inovadoras”.

E qual é a área melhor do que a de TI para liderar essa mudança e criar a cultura inovadora, catalisando seus benefícios? Com um conhecimento amplo sobre os processos corporativos, um mindset inovador  e foco no negócio, o CIO está com a faca e o queijo na mão para mostrar o valor da TI estratégica. Confira como o CIO pode tomar a frente dessas ações:

#1 Criar um comitê de inovação

O conhecimento é a base para a inovação. Por isso, aquele ditado “Nenhum de nós é tão bom quanto todos nós juntos” faz todo sentido quando se fala em inovar no mundo corporativo. Montar uma equipe focada em consolidar e avaliar as ideias que circulam na empresa, tornando esse processo oficial e documentado, é um passo importante. Tão importante quanto isso é contar com pessoas de diferentes departamentos que tenham experiências, comportamentos e vivências distintas para fazer a melhor gestão de ideias inovadoras e dar prosseguimento à sua implementação. As discussões serão mais ricas e evita-se desperdiçar uma boa ideia por conta de um pensamento padrão.

No comitê de inovação é importante ressaltar a importância da tolerância aos erros, pois eles podem trazer mais conhecimento, e também do feedback das ideias recebidas, para que as pessoas que contribuíram entendam o motivo da aprovação (ou veto) da sua ideia e continuem participando.

#2 Promover o reconhecimento

Profissionais que tomam iniciativas, estimulam a inovação e lideram projetos merecem ser reconhecidos e incentivados para se sentirem recompensados pelo esforço e também se tornarem inspiração para os demais. O reconhecimento pode ser por um e-mail coletivo, conteúdo no blog, mural da empresa (se houver) ou até mesmo uma confraternização. Só não pode passar em branco.

#3 Desenvolver ações em conjunto com outras equipes

A inovação em TI não nasce e morre na TI, certo? Já imaginou que estimular a criação do job rotation pode ser fantástico para propiciar experiências profissionais estimulantes e fazer o time pensar fora da caixa? O job rotation é uma prática de Recursos Humanos na qual os funcionários mudam de função por um período para agregar e aprender em áreas distintas da sua. Um profissional do time de TI, por exemplo, pode ir trabalhar na área de vendas e participar do seu dia a dia. Essa vivência vai criar um entendimento maior sobre o negócio e abrir espaço para novas soluções com a soma do conhecimento. Se isso ainda não acontece na sua empresa, que tal fazer a proposta?

A TI estratégica deve direcionar a inovação dentro da empresa por meio desses tipos de ações, respeitando os aspectos da governança de TI. Para que ela aconteça de forma fluída, o CIO e sua equipe precisam manter uma postura inovadora e difundir esse mindset pela empresa, principalmente entre os líderes.

Ricardo Fasti, diretor de desenvolvimento de negócios da Business School São Paulo, afirma em artigo para a revista Exame que, sem uma liderança unida e convicta de que inovação é um elemento da cultura, não há como se exigir que o restante da organização passe a agir de forma inovadora. Os principais líderes (como o CIO) são responsáveis pela criação e pelo cultivo de cultura inovadora, pois pelo exemplo é que se constrói a cultura.  

Sem tempo para pensar em inovação na sua empresa? Baixe gratuitamente o E-book “Como imprimir a marca da inovação na Ti Corporativa. Clique Aqui!

*Marcos Andrade é CMO da CorpFlex

Comentários

  • Compartilhar

Posts Relacionados

Quem já está na nuvem certa