Três dicas para escolher um fornecedor de outsourcing de TI para sua empresa

  • Compartilhar

 

*Por Marcos Andrade

A prática de outsourcing de TI já não é mais uma tendência — é  uma necessidade. Não é para menos. Terceirizar serviços de tecnologia da informação traz inúmeras vantagens para o seu negócio e é especialmente atraente para pequenas e médias empresas (PME). Além de reduzir os custos operacionais de uma companhia, esse modelo de trabalho é capaz de otimizar o tempo de sua equipe e permitir que sua marca se mantenha focada em seu DNA.

De acordo com o Instituto de Pesquisas Gartner, a previsão é de que o mercado de serviços gerenciados de TI movimente R$ 236,1 bilhões em 2017, o que representará um aumento de 2,9% em relação ao ano anterior. Porém, vale lembrar que nem sempre é fácil encontrar um parceiro de serviços gerenciados adequado às suas necessidades. É necessário ficar atento e se lembrar de alguns critérios importantes antes de escolher qual será o fornecedor que cuidará de toda a parte tecnológica de seu negócio.

Flexibilidade das soluções

Muitos fornecedores de serviços gerenciados de TI e de servidores na nuvem oferecem soluções engessadas, ou seja, que dificilmente acompanham as demandas de crescimento que podem surgir em seu negócio da noite para o dia. Às vezes, você precisa expandir sua estrutura de TI de forma emergencial, mesmo sem ter tido um planejamento prévio. É nessa hora que entra o critério da flexibilidade de seu fornecedor, que precisa ter soluções escaláveis e que se adaptem às suas necessidades em pouquíssimo tempo.

Rapidez no atendimento

Nunca se esqueça de analisar a velocidade na comunicação entre você e um fornecedor de outsourcing de TI em potencial. Essa análise deve começar logo nos primeiros contatos e negociações — veja se o provedor mostra ser prestativo e atencioso às suas necessidades ou se, ao contrário, exibe um processo de comunicação burocrático demais. Se o fornecedor demora para responder um simples email, imagine como será quando você precisar da ajuda dele para alguma situação emergencial envolvendo seu servidor em nuvem.

Reputação e cases de sucesso

É sempre bom procurar referências profissionais a respeito de um fornecedor de serviços de TI. Pesquise bem o histórico da companhia e procure saber sobre seus cases de sucesso — ou seja, conhecer outras empresas que a contrataram e tiveram êxito em seus ramos de atuação. Prefira parceiros que tenham uma experiência sólida no mercado e possam provar, através de indicações, que a sua estrutura de cloud computing estará em boas mãos.

Saúde financeira

Imagine só a cena: você contrata um parceiro que lhe parece ser o ideal, apresenta um bom plano de custos, mostra referências e é ágil no atendimento. Porém, pouco tempo depois, você descobre que o fornecedor está passando por dificuldades financeiras internas, forçando-o a reduzir sua equipe, enxugar sua infraestrutura ou até mesmo fechar as portas.

Tome cuidado e lembre-se que, por mais que o outsourcing de TI seja um mercado promissor, estamos passando por uma turbulenta crise financeira. Por isso é tão importante observar a solidez do fornecedor dentro dessa área e investigar a sua carteira de clientes, tendo certeza de que o seu parceiro em potencial está com uma boa saúde financeira.

Equipe e estrutura

Por fim, faça uma visita à sede do fornecedor e avalie a sua estrutura — e, ao falar sobre estrutura, estamos incluindo também a capacitação profissionais da equipe que será responsável por apoiá-lo na gestão de TI de sua companhia. Os colaboradores do seu parceiro estão preparados para enfrentar as emergências? Eles conhecem as novas tendências e dominam as últimas tecnologias do mercado? Esse é um ponto importantíssimo quando falamos de outsourcing de TI — imagine que os funcionários terceirizados são seus próprios funcionários e avalie-os como se estivesse organizando um processo seletivo interno.

Todo cuidado é pouco

Já dizia o velho ditado: é melhor prevenir do que remediar. É preciso seguir estes critérios  ao escolher um parceiro de outsourcing de TI  ou correr o risco de ter mais prejuízos do que vantagens para a sua empresa. Você pode acabar com uma infraestrutura pobre que não atende às suas necessidades e uma equipe incapacitada que não consegue resolver seus problemas no tempo certo. Com isso, seu plano de redução de custos, um dos atrativos do outsourcing de TI pode sair pela culatra, trazendo mais gastos e dores de cabeça ao seu negócio.

Porém, seguindo essas dicas simples, fica muito mais fácil encontrar um fornecedor de confiança, que ofereça soluções flexíveis, um pessoal dedicado às suas demandas e que esteja sempre pronto para ajudá-lo. Ao contratar um bom parceiro, não há dúvidas de sua companhia crescerá de maneira saudável e estará tecnologicamente à frente da concorrência.

A CorpFlex está pronta para ajudá-lo neste mercado competitivo. Clique Aqui e conheça porque nós somos o seu melhor parceiro de TI.

 

 

Comentários

  • Compartilhar

Posts Relacionados

Quem já está na nuvem certa