Viver Incorporadora e Construtora opta por cloud computing privada e reduz em 52% gastos com infraestrutura de TI

  • Compartilhar

Fonte: Segs – Setembro de 2014

A Viver Construtora e Incorporadora, uma empresa com 22 anos de atuação no setor imobiliário, e três filiais espalhadas pelo país (MG, RS e PA) há pouco mais de um ano foi obrigada a reestruturar sua operação para se adaptar à nova realidade de retração do mercado. A incorporadora necessitava cortar custos e aumentar a produtividade sem perder a qualidade dos serviços. Todas as áreas da companhia, após o estouro da ‘bolha’ imobiliária passaram por uma reestruturação, e o departamento de tecnologia precisou rever seu modelo de operação. “Fizemos uma análise tecnológica e financeira do nosso ambiente de TI e concluímos que o modelo em vigor não atendia mais as nossas necessidades e nem tampouco a realidade do mercado que estávamos vivendo. Foi quando decidimos migrar toda nossa infraestrutura para a nuvem”, afirma Mário Filho, gerente de TI da Viver Incorporadora e Construtora S.A.

De acordo com o executivo, desde a tomada de decisão até a conclusão do projeto tudo foi muito rápido. “Migramos todo o nosso ambiente de TI, formado por 59 servidores, para cloud computing em pouco mais de 30 dias, tempo considerado recorde em se tratando da complexidade do projeto e do número de pessoas envolvidas”, comemora o gerente de TI da Viver. “Tivemos todo o apoio da equipe da CorpFlex e sua contribuição foi fundamental para o sucesso do projeto”, esclarece Mário Filho, ao acrescentar que a migração dos servidores para a Nuvem foi feita em duas fases, perfeitamente planejada para não colocar o ambiente em risco.

A Viver mantinha inicialmente 13 servidores para suportar o ERP SAP e mais 46 servidores para rodar os demais sistemas da companhia, também chamados de “sistemas satélite”, que realizam funções que não estão no escopo direto do SAP, como operações do próprio core da Viver (venda, assistência técnica, projetos, RH, e-mail exchange, file server dentre outros). Ao todo são 59 servidores que compõem o parque tecnológico, que era suportado pela equipe interna de TI da Viver.

“Trabalhávamos com o modelo de ‘colocation’. Com o passar do tempo, a relação custo-benefício não se encaixava mais em nosso orçamento. Para acompanhar o avanço tecnológico, expandir a disponibilidade dos serviços, aumentar a segurança das informações que trafegam pela rede e realizar as manutenções periódicas, o modelo vigente ficaria demasiadamente oneroso. Foi quando fomos para o mercado buscar um parceiro ideal de Cloud Computing que nos trouxesse uma solução satisfatória e decidirmos optar pela CorpFlex. Hoje costumamos dizer que a CorpFlex é uma extensão da nossa área de TI”, avalia Mário Filho, referindo-se à satisfação com o modelo atual em Private Cloud e com os serviços de monitoramento e gerenciamento entregues pela CorpFlex.

“Além da redução de 52% nos custos com infraestrutura de TI, hoje a equipe de TI está focada em soluções para aprimorar os serviços das atividades da coorporação, pois o monitoramento do ambiente e correções de falhas estão no SLA contratado”, garante o gerente de TI. “Ao menor sinal de problema, o sistema emite um alerta que é replicado para a nossa equipe e antes mesmo que qualquer falha – leve, moderada ou grave – seja percebida pelo usuário, as providências são tomadas”, explica. “Desde que migramos para a Nuvem, não tivemos ocorrências relevantes. Os processos ficaram mais simples e transparentes. Todas as informações passaram a ser centralizadas em um único ambiente e ganhamos uma economia de tempo, que reflete diretamente na produtividade de toda a empresa”, completa.

Mario Filho ressalta ainda que essa transparência e simplicidade dos processos internos obtidas a partir da adoção da solução de Private Cloud da CorpFlex, além das vantagens já destacadas, tem assegurado também a busca pela Governança de TI, procedimento pelo qual a Viver  Incorporadora e Construtora S.A. está em conformidade. “Hoje, a área de TI trabalha alinhada ao negócio, contribuindo para o bom desempenho da organização. Como nossa demanda é flexível, que varia de acordo com a localização de lançamento do empreendimento imobiliário, hoje com o controle do ambiente de TI nas mãos conseguimos prever e balancear melhor a disponibilidade dos serviços, tornando a operação mais rentável sem comprometer a qualidade”, afirma. “Atualmente, são cerca de 400 usuários dos sistemas (matriz e filiais) e mais 60 acessos externos (estandes de vendas e obras)”, completa.

Outro benefício apontado por Mário Filho é a mobilidade. “Hoje nossos gestores têm acessos às aplicações de qualquer lugar, 24 horas por dia, agilizando os negócios e a tomada de decisão”, observa.

Além da Private Cloud e dos serviços de monitoramento e gerenciamento, a Viver também conta com os serviços de Suporte Gerenciado para SAP Basis da CorpFlex. “O serviço de suporte gerenciado para a camada Basis da aplicação SAP, permite ao cliente interagir com um único parceiro de infraestrutura, ganhando agilidade no retorno de suas solicitações devido a sinergia já existente entre as equipes e os processos internos da CorpFlex”, acrescenta o diretor de atendimento da CorpFlex, Adilson Magalhães.

Comentários

  • Compartilhar

Posts Relacionados

Quem já está na nuvem certa