4 inovações tecnológicas que estão impactando o dia a dia do gestor de TI

Falar em inovações tecnológicas é um tanto quanto amplo, uma vez que elas não param de surgir. Por isso, resolvemos refletir sobre aquelas que mais estão impactando o cotidiano dos gestores de TI.

Acompanhar as tendências e verificar quais delas melhor se encaixam nas necessidades da empresa é um exercício importante para estes profissionais. Afinal, não se espera mais deles uma atuação meramente técnica. As estratégias de negócio hoje dependem em grande parte das suas contribuições.

É o que já vem apontando diversos estudos desde o início da década de 2010. A consultoria PwC, por exemplo, publicou uma extensa pesquisa sobre o tema em 2011. Esse levantamento é tido como um marco sobre o assunto, pois explicitou o “novo papel do gestor de TI” na inovação corporativa.

Confira, a seguir, quais são as inovações tecnológicas mais influentes hoje!

1. Gestão orientada a dados: soluções e práticas de análise para melhor aproveitar as informações

Do termo inglês Data Driven, a gestão orientada a dados é aquela em que decisões e processos são ditados pelas informações. Remete à utilização de ferramentas, métodos de análise de dados.

Na prática, se os dados apontam queda das vendas por causa da percepção da marca, ações específicas são tomadas para reverter isso. Se a análise de dados revela que os usuários de uma geração atual de dispositivos móveis estão se inclinando para um recurso específico, um dispositivo de última geração pode ser empregado para fazer uso desse conhecimento.

Dizemos que uma empresa tem gestão orientada a dados quando ela assume a gestão estratégica de informações internas e externas. E faz disso um diferencial competitivo. Ela emprega técnicas variadas; usa plataformas de Business Intelligence, Big Data, CRM etc; e serviços especializados (suporte gerenciado, entre outros).

E tudo é realizado por especialistas — em alguns casos, cientistas de dados —, em conjunto com executivos de negócios. Essa estratégia, que é encabeçada pelos gestores de TI e seu times, frequentemente inclui fornecedores externos de serviços especializados.

Em suma, a gestão orientada a dados permite que as empresas examinem e organizem informações para atender melhor seus clientes. Também para desenvolver processos internos mais inteligentes.

2. Business Analytics: exploração metódica dos dados para potencializar resultados

Business Analytics é um desses termos amplos que podem significar muita coisa. Aqui, como estamos falando de inovações tecnológicas, vamos tratá-lo sob o âmbito das ferramentas.

Para tanto, precisamos rememorar as três técnicas de análise de dados que estão sob este “guarda-chuva”:

  1. Análise descritiva: rastreamento dos principais indicadores de desempenho para entender o estado atual do negócio;
  2. Análise preditiva: rastreamento das tendências para avaliar a probabilidade de resultados futuros;
  3. Análise prescritiva: uso de desempenhos passados para gerar recomendações sobre como lidar com situações semelhantes no futuro.

Para a realização desses três tipos de análise, os gestores de TI e negócios precisam de soluções tecnológicas. Elas geralmente são chamadas de “plataformas de Business Analytics”, um termo genérico para abarcar:

  • aplicações de visualização de dados;
  • softwares de Business Intelligence;
  • plataformas de análise de auto-atendimento;
  • ferramentas de análise estatística;
  • plataformas de Big Data.

Em linhas gerais, as empresas que têm estratégias de Business Analytics fazem da tecnologia um caminho para o sucesso. Elas já estão maduras no quesito “transformação digital” e agora querem potencializar uma cultura de mais inteligência em seus negócios. Também buscam responder aos movimentos mercadológicos com mais rapidez, reduzir custos e seguir inovando.

3. Metodologias Ágeis: projetos de TI e negócios mais enxutos e gerando melhores resultados

As metodologias ágeis surgiram no mundo do desenvolvimento de softwares e são, cada vez mais, implementadas em outros processos.

Elas incentivam a comunicação entre os diversos envolvidos em um projeto. Desde o cliente final até os técnicos de infraestrutura, passando por programadores, analistas, testadores e usuários.

Nos últimos tempos, as abordagens ágeis vêm transformando funções departamentais corporativas, práticas de gerenciamento de projetos e desenvolvimento de produtos e serviços.

Ao usar metodologias ágeis, os gestores de projetos tornam seus processos mais interativos e obtêm maior probabilidade de atingir os resultados esperados. Em menos tempo do que normalmente acontece.

Um dos métodos ágeis mais úteis e práticos é o SCRUM. Ele facilita a criação de equipes mais inovadoras, multifuncionais e multidisciplinares. E gera incremento nas habilidades a partir de uma série de regras. Pode ser empregado em áreas como TI, RH, Marketing e Vendas, entre outras.

4. Virtualização de infraestrutura: o arcabouço tecnológico mais eficiente e simples de utilizar

Por fim, uma das inovações tecnológicas mais impactantes do momento é a virtualização da infra de TI.

Ela é, basicamente, a criação virtual de sistemas, hardwares, dispositivos de armazenamento ou redes. E aumenta a agilidade e a flexibilidade de TI.

Nesta prática, os recursos virtuais são usados ​​da mesma maneira que qualquer recurso ou aplicativo físico.

Não muito tempo atrás, um aplicativo por servidor era praticamente a regra. Agora, muitas máquinas virtuais, com cargas de trabalho completas, podem caber em uma única peça de hardware.

O que potencializou a virtualização de infraestrutura foi a computação em nuvem. Agora, é possível receber os recursos via internet, de um provedor de cloud computing. Ou de vários fornecedores, conforme a necessidade e as particularidades do negócio.

Em suma, essa abordagem para maximizar o uso de recursos é escalonável e flexível. Ela permite um balanceamento de carga mais fácil nos servidores. Isso e outras particularidades geram redução de custos, melhorias nas capacidades tecnológicas e aumento da competitividade (do time de TI e do negócio como um todo).

Conclusão

Como você viu, essas quatro inovações tecnológicas têm impactado o cotidiano dos gestores de TI. Há muitas outras, obviamente.

Para finalizar este artigo, queremos reforçar que os líderes de tecnologia devem sempre acompanhar o avanço das tendências. Também nunca podem perder a dimensão de que cada negócio é um negócio. Nem tudo que funciona para uma empresa cai bem para outra.

Por isso, é fundamental testar possibilidades, estruturar estratégias bem fundamentadas. A ajuda externa, de uma consultoria especializada e de fornecedores de soluções e serviços inovadores, também é bastante útil.  

Você está de olho nas inovações tecnológicas que estão impactando o cotidiano do gestor de TI? O que achou da reflexão que trouxemos neste artigo? Deixe seu comentário!

corpflex

Como sua empresa pode reduzir os custos com Operação de TI

Baixe agora o E-book e tenha acesso a dicas imperdíveis de soluções tecnológicas que trarão economia surpreendente em infra de TI para sua empresa

Baixar eBook

Posts relacionados

  • BANNER-CLARACORP

    CorpFlex, pioneira em cloud computing no Brasil, passa a integrar o Grupo Claranet

    Leia mais
  • Transformação digital e o papel dos gestores de TI

    Leia mais
  • Política de Privacidade e Termos de Uso

    Leia mais