Aumenta aceitação da cloud computing por PME

  • Compartilhar

 

Fonte: CIO Maio de 2017

Prepare-se para ver um número maior de aplicações de negócios, mais complexas que as habituais, migrando para nuvem nos próximos meses. E em um movimento reforçado pelo aumento de adoção da nuvem por parte de pequenas e médias empresas, segundo o estudo “The State of Cloud Acceptance by SMBs”, realizado pela Paessler AG.

“A migração para a cloud computing em pequenas e médias empresas (PMEs)  está em andamento e continuará  de forma  inevitável. Em última análise, a adoção do cloud computing e BYOD mudará para sempre a maneira como as pequenas empresas lidam com TI “,  afirma Dirk Paessler, fundador e CEO da Paessler.

Os resultados do estudo confirmam que as mesmas tendências que transformaram a TI empresarial estão escorrendo no mercado de SMB e PME. Departamentos de TI mais pequenos estão começando a ver valor em alternativas de nuvem que vão além do marketing agressivo e do hype criado por grandes vendedores.

A pesquisa ouviu 2 mil decisores de TI nos EUA, Reino Unido e Alemanha, em fevereiro deste ano, 63,5% deles de empresas com menos de 500 funcionários, e descobriu que a maioria confia na modalidade e estão planejando expandir os serviços de TI que eles executam na nuvem nos próximos anos.

No geral, esses decisores de TI (ITDMs) têm uma opinião pessoal positiva sobre a nuvem, com 80,1% respondendo afirmativamente sobre a adoção de uma estratégia de cloud. Mas isso não significa que eles migraram tudo para a nuvem. Os resultados mostram que as funções mais populares são a hospedagem na Web, blog e gerenciamento de conteúdo (39,2%), e-mail (32%) e compartilhamento de arquivos (32,2%).

Aqueles que planejam implantar nuvem em 2017 estão olhando para essas aplicações, mas também para soluções específicas para as suas indústrias, com planos de adicionar a esse portfólio, em 2018, um conjunto completamente diferente de recursos em nuvem, envolvendo  monitoramento de rede (34,6%), backup (33,9%), vendas, CRM e sistemas de  emissão de bilhetes  (35,4%).

 

Comentários

  • Compartilhar

Posts Relacionados

Quem já está na nuvem certa