FGV: Investimentos em TI crescem, em média,7% ao ano

  • Compartilhar

Fonte:Convergência Digital 18 de Abril de 2012

Os orçamentos das empresas brasileiras para Tecnologia da Informação seguem crescendo, chegando a uma média de 7% ao ano desde 1991. Em 2011, por exemplo, a média investida no país foi de 7% da receita das companhias, revela a 23ª edição da pesquisa anual “Mercado Brasileiro de TI e Uso nas Empresas”, da Fundação Getúlio Vargas, divulgada nesta quarta-feira, 18/04.

O custo por máquina também aumentou, chegando a US$ 11,4 mil por ano, valor que deve continuar crescendo. “Isso porque os investimentos tendem a crescer sobre uma base estável de usuários”, afirma Fernando Meirelles, professor da FGV e coordenador da pesquisa.

A pesquisa da FGV apura ainda que na área de aplicativos para escritório, o Office da Microsoft está presente em 92% das empresas. Os sistemas operacionais corporativos têm domínio do Windows (68%), seguido pelo Linux (18%) e pelo Unix (11%).

Aqui um ponto de alerta: o uso do Linux, estável em 20% nos últimos três anos, caiu para 18% este ano. “Como falamos de usuários, e não de aquisições, pode-se dizer que o Linux despencou do ano passado para este. O que se percebe é que, com o tempo, o espólio da Novell está ficando com o Windows”, analisa Meirelles.

A pesquisa da FGV aponta também que o Brasil tem, hoje, 99 milhões de computadores em uso – incluindo tablets – e deve chegar a 2014 com 140 milhões de computadores em uso. “Isso significa que já atingimos a marca de um computador para cada dois habitantes do País e, em 2014, chegaremos a dois computadores para cada três habitantes”, diz Meirelles, lembrando que o Brasil deve chegar à taxa de um por um em 2017. Para a edição deste ano, a FGV ouviu 2.180 empresas brasileiras, entre elas 66% das 500 maiores do País.

Comentários

  • Compartilhar

Posts Relacionados

Quem já está na nuvem certa