Governo brasileiro amplia estímulo ao desenvolvimento de dispositivos e plataformas de IOT

Aos poucos o governo brasileiro dá sinais de que vai mesmo apoiar os projetos de internet das coisas (IOT). A somas dos programas já anunciados chega a quase R$ 2 bilhões, sendo financiamentos a custo baixo ou a fundo perdido, informa o secretário de Política de Informática, do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), Thiago Camargo Lopes.

Ele, pessoalmente, anunciou nesta terça-feira, 19, durante o IOT Business Forum, evento organizado pela TI Inside, a linha de crédito de R$ 1,5 bilhão, disponibilizada pela FINEP a empresas com faturamento mínimo de R$ 16 milhões.

“A ideia é que estas empresas desenvolvam dispositivos e plataformas de IOT nas áreas de saúde, agricultura, indústria 4.0 e cidades inteligentes”, detalhou Camargo, ao destacar o diferencial desta nova linha de crédito. “A linha tem um custo bem baixo, de 3% a 5%”.

Na semana passada, o BNDES havia lançado um fundo de R$ 20 milhões de reais a fundo perdido para consórcios formados por empresas e startups, lideradas por ICTs, também para estimular desenvolvimentos nessa área.

Fonte: Ti Inside

corpflex

Como sua empresa pode reduzir os custos com Operação de TI

Baixe agora o E-book e tenha acesso a dicas imperdíveis de soluções tecnológicas que trarão economia surpreendente em infra de TI para sua empresa

Baixar eBook

Posts relacionados

  • Como combinar classificação de dados com soluções de proteção de dados

    Leia mais
  • BANNER-CLARACORP

    CorpFlex, pioneira em cloud computing no Brasil, passa a integrar o Grupo Claranet

    Leia mais
  • Por que as PMEs não adotam cibersegurança?

    Leia mais