O papel do gestor de TI na segurança da informação

  • Compartilhar
papel-gestor

O papel do gestor de TI na segurança da informação está intimamente ligado às novas atribuições desse profissional. Há algum tempo ele deixou de coordenar uma equipe meramente de suporte para assumir uma postura mais estratégica.

Sobre isso vamos conversar ao longo deste artigo.

Continue lendo para entender por que a segurança da informação é um desafio para o líder de tecnologia. Você também vai ver dicas e muito mais!

A transformação digital é movida também pelo gestor de TI — e o desafia constantemente

A transformação digital pela qual as empresas estão passando tem o gestor de TI como um dos principais condutores. Não há dúvidas de que é ele quem coordena o desenvolvimento e a aquisição de ferramentas, métodos e serviços tecnológicos especializados.

Por outro lado, esse movimento, calcado em tecnologias digitais para fazer ajustes na operação e tornar o negócio mais estratégico, traz desafios.

Isso é corroborado por diversas pesquisas.

Um estudo da Forbes Insights, por exemplo, aponta que os CIOs agora são praticamente obrigados a mudar. Devem adaptar suas habilidades pessoais e profissionais para atender as demandas atuais e preparar-se para o novo ambiente de negócios.

E isso com o “bonde” andando. “Eles precisam aumentar o conhecimento estratégico, concentrar-se nos clientes e se tornar gerentes de mudanças bem-sucedidos”, aponta o relatório.

Um dos maiores desafios desse profissional é a segurança da informação. Mais aplicações, dispositivos e redes no cotidiano operacional aumentam a pressão por manter os dados íntegros, disponíveis e confiáveis.

Basta olharmos para as estatísticas relacionadas a danos e roubos de dados para entendermos o problema. O Brasil é hoje o segundo país com maior número de ataques de ransomware — sequestro de dados por software malicioso.

Por que o gestor de TI deve se preocupar com segurança da informação

Há outras muitas razões para que o gestor de TI coloque a segurança da informação como uma de suas prioridades. Confira em detalhes, a seguir.

O volume de dados aumentou

Lidar com dados corporativos hoje não é a mesma coisa que há cinco ou dez anos. O volume de dados gerados diariamente aumentou muito. E seguirá aumentando.

Logo, é preciso coordenar meios de armazenar, processar e analisar essas informações. Com máxima segurança.

A conectividade mudou

O número de transações e comunicações realizados via web hoje também aumentou. As empresas tornaram suas redes e mecanismos de conectividades mais complexos.

É fundamental trabalhar mecanismos de proteção às redes, controle de acessos etc. Tanto para proteger os ativos do negócio quanto os próprios usuários.

A infra de TI está mais complexa

Também o arcabouço tecnológico necessário para sustentar as operações corporativas está se tornado mais complexo. São muitos pontos de conectividade, equipamentos, aplicativos etc.

Isso tudo precisa ser coordenado de maneira estratégica. Evitando vulnerabilidades que aumentem ainda mais os riscos ao negócio.

Os negócios exigem disponibilidade extrema

Por fim, um ponto importante: os processos estão mais informatizados e, portanto, a operação não pode parar por problemas técnicos.

Sistemas e equipamentos sempre disponíveis e com boa performance não é nada menos do que o esperado.

3 medidas que todo gestor de TI deve tomar para garantir segurança da informação

Confira, a seguir, as principais medidas que todo gestor de TI deve tomar em relação à segurança da informação.

1. Levantar as principais vulnerabilidades

Cada empresa tem suas próprias nuances e, consequentemente, suas próprias vulnerabilidades. Não existem riscos iguais para todos os negócios.

Por isso, é fundamental fazer um mergulho na realidade corporativa. Com uma análise criteriosa e sincera, verificar onde estão os pontos de atenção quanto à segurança dos dados.

Entre as principais perguntas a serem respondidas, destacam-se: nossas instalações oferecem oportunidades de invasão ou interrupção? Que práticas dos usuários são mais arriscadas? Que mecanismos ainda não foram inseridos na infra de TI para proteger os dados?

A partir disso, fica mais fácil criar uma política, elaborar métodos e inserir ferramentas de proteção aos dados.  

2. Conscientizar a direção e os usuários sobre o tema

Levar à direção o tema da segurança da informação é um passo bastante importante. Os executivos da alta hierarquia precisam entender como o negócio é ameaçado quando os dados estão desprotegidos. Com isso, vão ver o assunto como investimento e não como gasto.

Engajar os usuários também ajuda muito. Segurança de dados não deve ser preocupação apenas do time de TI. Pelo contrário, os usuários devem entender a importância de proteger acessos e reportar eventos suspeitos.  

Fazer isso somente quando um risco se torna real não é o mais indicado. Uma vez que os prejuízos financeiros e de imagem do negócio podem ser bastante sérios.  

3. Fazer melhorias na infraestrutura de TI

Uma outra medida importante é fazer um upgrade na infra de TI. Melhorar aspectos como servidores, bancos de dados etc. ajuda a fortalecer a segurança da informação.

Criar uma estratégia de backup, por exemplo, é útil para garantir que informações vitais para o negócio não se percam diante das ameaças.

A implementação de soluções de acesso seguro também é fundamental. Com monitoramento constante dos links, filtros e blindagens adequadas, é possível gerar tranquilidade contínua.

A boa notícia é que com a computação em nuvem, melhorar a infra é muito mais rápido e barato do que já foi.

A virtualização pode simplificar tudo e garantir segurança, disponibilidade e poder de escala. Este último bastante importante, uma vez que todo negócio precisa crescer e deve ter tecnologia para amparar o crescimento.

Conclusão

Como você viu, um dos maiores desafios dos gestores de TI é a segurança da informação. Lidar com ela é complicado, não significa que seja impossível.

Uma boa maneira de começar a liderar a transformação nesta área é buscar ajuda especializada.

O gestor de TI moderno faz parcerias para obter recursos e métodos mais atualizados. Com isso, encontra soluções sob medida para o seu negócio e evita que seu time fique “apagando incêndios”.

→ Leia também: Inovação em TI começa com o CIO – você está preparado?

Que tal, você está preparado para lidar com os desafios da segurança da informação na sua empresa? Faça contato conosco e veja como podemos ajudá-lo a montar uma estratégia para evitar riscos e potencializar resultados!

Comentários

  • Compartilhar

Posts Relacionados

Quem já está na nuvem certa