Private Cloud e Public Cloud: Qual a diferença?

  • Compartilhar
public e private cloud

Private Cloud e Public Cloud são, respectivamente, nuvens públicas e privadas; modelos diferentes de Cloud Computing (computação em nuvem, empregados em estratégias de TI distintas.

Neste artigo, além de entender a diferença entre elas, você vai ver que vantagens e desafios elas oferecem. Acompanhe!

O que é Public Cloud?

Na definição da Gartner, a mais importante empresa de pesquisas em TI, a Public Cloud é “um estilo de computação em que recursos escalonáveis ​​e elásticos são fornecidos como um serviço para clientes externos usando tecnologias da internet — usa tecnologias de computação em nuvem para oferecer suporte a clientes externos à organização do provedor”.

Na prática, quando você armazena seus dados com uma solução de nuvem pública, está armazenando informações em um servidor que compartilha recursos em um data center externo.

Neste modelo, os dados confidenciais permanecem separados e protegidos dos dados de outros usuários. Os recursos de computação externos permitem acesso às informações de qualquer lugar com uma conexão com a web — pelos usuários devidamente autorizados, é claro.

Benefícios da Public Cloud

Ao armazenar dados e executar aplicativos em uma nuvem pública, é possível dimensionar os recursos do servidor baseados na nuvem sob demanda.

Os recursos da nuvem pública podem ser expandidos em questão de minutos. E com os planos de pagamento conforme o uso (uma espécie de assinatura), paga-se apenas pelos recursos que realmente são usados.

Em síntese, os benefícios da nuvem pública incluem:

  • recursos do servidor sob demanda;
  • desenvolvimento rápido.

Desafios da Public Cloud

Tudo isso parece muito bom, então você provavelmente está se perguntando sobre algumas das dificuldades associadas à nuvem pública.

A maioria dos desafios vem na forma de limitações. Logicamente, a empresa e o provedor de cloud assinam contratos de confidencialidade/privacidade.

Os serviços de nuvem pública são indicados para partes da operação de TI que não são altamente confidenciais. Por exemplo, a utilização de softwares como serviço ou o armazenamento de dados não críticos.

Se a empresa trabalha em um setor com requisitos rígidos de conformidade, talvez não consiga armazenar determinadas informações ou executar programas específicos em servidores de nuvem pública. Ou, talvez isso não seja o mais indicado.

O que é Private Cloud?

O Glossário de TI da Gartner classifica a Private Cloud, ou nuvem privada, da seguinte maneira: “é um modelo de computação em nuvem usada por apenas uma organização, ou que garante que uma organização esteja completamente isolada das outras”.

Na prática, os serviços de nuvem privada se parecem muito com o ambiente de nuvem pública. As principais diferenças são e  os recursos são dedicados, em vez de compartilhados.

Isso significa que os recursos da nuvem privada estão disponíveis apenas para os usuários da empresa. Ao mesmo tempo, permitem que os usuários autorizados acesso a dados de qualquer lugar com conectividade à internet.

As empresas criam nuvens privadas para atendimento de suas filiais. Até pouco tempo apenas grandes corporações, como bancos, por exemplo, tinham nuvens privadas. Agora, médias organizações já podem montar suas próprias nuvens, por conta própria (se possuírem infraestrutura) ou contratando um fornecedor especializado.

Benefícios da Private Cloud

Neste modelo, a organização obtém os benefícios dos serviços de nuvem sem as limitações associadas à hospedagem em nuvem pública.

Uma infraestrutura de nuvem privada oferece à sua equipe mais controle, personalização e segurança. Se o seu negócio está em um segmento que exige níveis adicionais de segurança para garantir a conformidade, mas deseja a flexibilidade da nuvem, um ambiente privado de nuvem é bastante indicado.

Desafios da Private Cloud

Com a camada adicional de controle que a nuvem privada oferece, um dos desafios mais comuns é que sua organização precisa adotar uma abordagem prática para o gerenciamento.

Isso significa que seu departamento de TI é responsável pelo custo do investimento inicial, manutenção contínua e gerenciamento de longo prazo. Uma nuvem privada requer equipe adicional, gerenciamento e manutenção, especialmente se for criada e mantida internamente.

→ Ao contratar Private Cloud pela CorpFlex, as empresas recebem uma solução de gerenciamento.

Ao mesmo tempo, um ambiente de nuvem privada não oferece a mesma flexibilidade e escalabilidade sob demanda que a nuvem pública. Quando você quiser inserir recursos adicionais ao servidor, será necessário atualizar sua infraestrutura física.

Isso significa que pode levar dias ou uma semana até que sua equipe possa começar a utilizar esses recursos adicionais. E, se a empresa acabar não usando todos os seus recursos para um determinado mês, vai absorver o mesmo custo.

Resumindo, as possíveis desvantagens da Private Cloud incluem:

  • cronogramas de implantação mais longos;
  • subutilização de recursos;
  • custos iniciais mais altos.

Private Cloud e Public Cloud — Seu negócio está preparado?

Os modelos Private Cloud e Public Cloud, como você viu, têm benefícios e também oferecem desafios. Não é simples indicar o modelo ideal para uma determinada empresa. Isso porque é importante fazer uma análise criteriosa da infraestrutura e da estratégia de TI, do modelo de negócio, entre outros requisitos.

O mais indicado, portanto, é buscar ajuda de uma empresa especializada em Cloud Computing. Assim, os profissionais do provedor em conjunto com o time interno de TI vão avaliar qual o modelo mais indicado; em termo de custos, vantagens, aderência etc.

→ Leia também: Um passo a passo para você escolher o melhor provedor de cloud computing!

Que tal, você entendeu a diferença entre Private Cloud e Public Cloud? Faça contato conosco e veja como podemos ajudá-lo a escolher a melhor opção e estruturar a migração!

Comentários

  • Compartilhar

Posts Relacionados

Quem já está na nuvem certa