Propay contrata serviços da CorpFlex para consolidar e centralizar a gestão da infraestrutura de TI

  • Compartilhar

Com a solução de cloud computing da CorpFlex, Propay ganha performance e reduz seus custos de T.I

A Propay, empresa que atua apoiando os RHs das empresas a cuidarem cada vez mais das pessoas, por meio de soluções inteligentes, assinou contrato com a CorpFlex, empresa especializada em cloud corporativa e outsourcing de TI desenvolveu um projeto único para hospedagem do sistema SGO, oferecendo melhor agilidade na resolução de problemas e contribuindo na gestão da empresa.

No dia 26/02 foi realizado um evento na CorpFlex em que o Flávio Gabriel, Gerente de TI da Propay, deu uma breve entrevista sobre os benefícios que a solução de Cloud Computing proporcionou ao seu ambiente. Confira um pouco do que foi conversado:

O que a Propay faz?

“Tornamos os RH’s mais estratégicos e menos burocráticos com o apoio da Tecnologia e atendimento. O objetivo é integrar as atividades operacionais de Folha de Pagamento e Benefícios em um único lugar, com autosserviço para os colaboradores e gestores, aumentando a produtividade e reduzindo custos.”

Pensando em futuro, para onde a Propay está olhando?

“Sem dúvidas, a transformação digital do RH é o maior desafio enfrentado pelos nossos clientes e prospects atualmente. Olhando para isso, a ProPay lançou recentemente o SmartRH, uma plataforma de gestão inteligente, conectada à Folha de Pagamento e com a praticidade do Mobile. O SmartRH entrega uma visão clara de autosserviço e tecnologia, com conceito de Rede Social.”

Como Gerente de T.I qual o seu maior desafio?

  • “O meu principal desafio é expandir a minha função para além das funções tradicionais de gestão de TI, e assim preparar e liderar a transformação digital na minha organização”;
  • “Para isso, invisto em aumentar a destreza digital de toda a organização com foco em melhorar os resultados e melhorar o posicionamento da marca da organização. Entendo que a destreza digital envolve mudar como os colaboradores como pensam, como trabalham e como interagem com a tecnologia. O objetivo é transformar a “TI” em um aliado do usuário”.

O que um gestor de T.I não pode deixar de olhar?

  • “Pessoas! É preciso entender como a transformação digital afeta a cultura e as competências gerais da organização e eu sou o responsável por liderar esta mudança. Persuadir os executivos Sr. da organização da importância desta mudança é essencial para o sucesso da jornada digital”;
  • “Alinhar o escopo e objetivos ao negócio digital, que não necessariamente são os mesmos do negócio tradicional”;
  • “Modernizar as operações de TI – concentrar-me nas operações digitais que tornam a TI mais proativa (“TI como um produto”)”;
  • “Implantar um processo de Governança e Gestão da Segurança da informação são essenciais para garantir o sucesso desta transformação”.

Fale um pouco do projeto de hospedagem do seu sistema na nuvem da CorpFlex, quais os pontos de destaque desta migração?

“O projeto foi além dos aspectos puramente técnicos. O suporte e a proximidade da Corpflex durante todo o processo de RFP, auxiliou a ProPay a endereçar questões de negócio porque a CorpFlex entendeu do negócio da ProPay e trouxe uma solução personalizada que atendeu as nossas necessidades.”

  • “Quando este processo de compra começou, a ProPay tinha muitos fornecedores com escopo de serviço similares e em alguns casos tinha fornecedores com serviços sobrepostos. O objetivo inicial era simplificar, baratear e eliminar sobreposição de serviços”;
  • “O processo de contratação do novo fornecedor seguiu o tramite padrão de TI, isso significa uma RFI e depois uma RFP”;
  • “Por mais que a RFI e a RFP seja um processo objetivo de validação de escopo, tem alguns aspectos muito subjetivos que precisam ser avaliados no contato do cliente com o fornecedor”;
  • “CorpFlex foi além das questões técnicas, objetivas. Entendeu do negócio e trouxe uma solução personalizada junto com parceria”.

Buscar inovação tecnológica faz parte do seu dia a dia?

“CIO deve pensar nos negócios e em como a T.I pode contribuir para melhores resultados”.

  • “Inovação sempre, mas inovação que gere resultado”;
  • “Temos muitas tecnologias aparecendo e oferecendo possibilidades incríveis. Antes de adotar qualquer nova tecnologia, é preciso saber qual o problema a ser resolvido e qual o resultado esperado. Parece óbvio, mas não é simples colocar em prática”;
  • “Se a inovação não fizer sentido para o usuário, para o cliente não faz sentido implantar esta mudança, esta nova tecnologia”;
  • “As vezes a inovação pode ser investir em pessoas, processos”;
  • “Como o foco da ProPay é tornar o RH mais estratégico nas empresas, TI precisa também direcionar o desenvolvimento deste novo RH com melhorias que vão além da simples novidade tecnológica. A inovação pode ser estabelecendo governança, simplificações, automações e disponibilizando informações”;
  • “Para cada desafio a ser superado, precisamos cuidar daqueles que vão fazer as mudanças, cuidar das pessoas que fazem parte do projeto”.

Se Interessou?

Conheça agora mesmo a solução de Cloud Corporativa da CorpFlex, e conte com um parceiro que realmente entende do assunto. Fale conosco e compreenda o poder dessa solução.

Comentários

  • Compartilhar

Posts Relacionados

Quem já está na nuvem certa